Que os grãos de soja são bons para a saúde não é novidade, tanto é que japoneses e chineses utilizam esse vegetal há muito tempo na culinária. A boa notícia é que pesquisas recentes indicam que os orientais têm menor incidência de câncer justamente por causa do consumo de isoflavonas, presentes na soja.

Além das isoflavonas, a soja ainda é rica em ácidos graxos insaturados, o que faz com que ela ajude na prevenção de doenças crônico-degenerativas. Ela também é uma excelente fonte de minerais como ferro, potássio, fósforo, cálcio e vitaminas do complexo B.

A soja ainda é especialmente benéfica para as mulheres. Além de combater o câncer de mama, ela alivia os sintomas da TPM e da menopausa.

Por causa destas descobertas, muitas pessoas estão tentando incluir o vegetal em suas dietas. Para ajudar você na tarefa de ter uma alimentação mais saudável, Gambare! revela os benefícios que alimento pode trazer à sua saúde.

BenefíciosPesquisas recentes comprovaram o que os orientais sabiam há milênios: a soja é essencial para a saúde. Confira a seguir como a inclusão desse alimento na dieta pode proporcionar uma vida muito mais saudável.

MILAGROSAS ISOFLAVONAS
As isoflavonas, substâncias presentes na soja que são semelhantes ao hormônio estrógeno, presente em grandes quantidade no organismo feminino, são capazes de inibir e prevenir o aparecimento de vários tipos de câncer. Para completar, elas ainda têm papel antioxidante e podem ajudar a combater os radicais livres. Como são semelhantes ao hormônio feminino estrógeno, as isoflavonas amenizam os desagradáveis sintomas da menopausa, como calores e secura vaginal, previne a osteoporose e os cânceres de mama, útero e ovário.
Nos homens, os fitoestrógenos, encontrados na isoflavona, têm a capacidade de prevenir o câncer de próstata.

CÂNCER
Os benefícios da soja em relação ao câncer foram confirmados quando pesquisadores realizaram estudos com povos orientais. Nesses estudos, foi constatado que os chineses e japoneses possuem um índice baixo de doenças coronárias e de câncer de mama e de próstata, quando comparados aos dos países onde a soja é pouco utilizada na alimentação humana. Entretanto, percebeu-se que nos descendentes de japoneses que emigraram para o Ocidente e adotaram novos hábitos alimentares, o índice de câncer se igualava aos índices da população dos países para onde emigraram.

TPM E MENOPAUSA
As taxas de estrógeno sangüíneo diminuem bastante durante o ciclo menstrual, causando a tensão pré-menstrual. Na menopausa, essas taxas hormonais também são bastante reduzidas, surgindo problemas como ondas de calor, sudorese, pele seca, podendo até surgir a osteoporose.
Como as isoflavonas são estruturalmente semelhantes ao estrógeno, ligam-se aos receptores estrogênicos das células evitando o surgimento dos sintomas indesejáveis da tensão pré-menstrual e do climatério. As isoflavonas atuam como hormônios e apresentam a vantagem de não causar efeitos colaterais, como aqueles observados em pacientes usuários de hormônios sintéticos.

DOENÇAS CARDIOVASCULARES
A ingestão diária de soja reduz acentuadamente o colesterol total num período de, aproximadamente, três semanas. Essa ingestão diária de proteínas da soja pode reduzir em até 30% os níveis do chamado “mau” colesterol (LDL), ao mesmo
tempo em que ocorre um estímulo para a produção do “bom” colesterol (HDL).

OSTEOPOROSE
O conteúdo de cálcio na soja é superior àquele encontrado em outras sementes, apesar da presença de fitatos e oxalatos, que interferem na biodisponibilidade desse mineral.
Uma porção de tofu fornece a mesma quantidade de cálcio biodisponível do que àquela contida em um copo de leite de vaca.

As maneiras de incluir soja na sua alimentaçãoAlimentos que contêm soja
Grãos de soja, farinha de soja, proteína texturizada de soja, missô, tofu, leite de soja, molho de soja (shoyu), produtos industrializados como hambúrgueres, salsichas, quibes etc.

Dicas:
“¢ Substitua o feijão pela soja cozida
“¢ Inclua na salada a soja cozida fria
“¢ Substitua sucos de frutas por sucos à base de leite de soja
“¢ Faça uma molho de salada misturando o molho de soja (shoyo) e azeite. O molho já é bastante salgado e não necessita de sal.
“¢ Substitua a carne bovina pela proteína texturizada de soja. Em preparações como estrogonofe, quibe e tortas, fica excelente.
“¢ Substitua salsichas e hambúrgueres de carne pelas opções de soja
“¢ Utilize a farinha de soja no lugar da farinha de trigo em preparações como tortas doces e salgadas
“¢ Inclua o queijo de soja em saladas
“¢ Na hora de consumir petiscos, experimente substituir as oleaginosas (amendoim, castanhas, nozes) pela soja torrada com sal

Um alimento completoA nutricionista Ioná Zalcman, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) fala sobre os poderes da soja. Confira a seguir:

Quais são os benefícios que a soja propicia à saúde?
A soja é um dos alimentos mais abundantes em um composto chamado isoflavona, cuja molécula é semelhante a do estrógeno. Assim, em mulheres esta substância alivia sintomas da menopausa e TPM.

É verdade que quem se alimenta de soja tem menos risco de ter câncer?
O consumo de soja tem sido associado à diminuição da incidência de câncer de mama, cólo de útero e próstata. Alguns estudos têm demonstrado que a ingestão diária de proteínas de soja está associada a redução das taxas do colesterol sangüíneo total, do LDL-colesterol e, também, aumentam os valores de HDL presentes no sangue, reduzindo assim os riscos de doenças cardiovasculares, como o infarto, a trombose e a aterosclerose.

A soja pode ser consumida diariamente?
A recomendação de consumo é diária, porém a quantidade varia conforme o objetivo. Muitas vezes a recomendação é muito grande e para tanto é necessário combinar diferentes alimentos derivados da soja.

Quem está de dieta pode comer soja a vontade?
Para quem está em dieta é necessário cautela, pois a soja é calórica. Outra ressalva é que as isoflavonas ficam concentradas na parte protéica da soja, assim as recomendações são feitas com base na quantidade de proteína de soja a ser consumida.

Quanto de soja deve ser ingerido?
Para prevenção do câncer e osteoporose é recomendado o consumo de pelo menos 30g de proteína de soja por dia.

E quem tem problemas do coração?
Já para a redução dos riscos de doenças cardiovasculares é recomendado consumo de 25g de proteína de soja por dia .

Por causa do fitoestrógeno, a soja pode ser eficaz na reposição hormonal?
Sim. Na Reposição hormonal é recomendado o consumo de 60g de proteína de soja por dia.