O governo japonês afirmou, sexta-feira 11, que deve assegurar vacina contra a gripe A H1N1 para mais de 60 milhões de pessoas (70% da vacina é importada e 30%, produzida no Japão).

A população do arquipélago é de 127 milhões de pessoas.

O Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-estar deve priorizar, com a vacina doméstica, trabalhadores da área de saúde, grávidas e pessoas que sofrem de determinadas doenças crônicas. A vacina produzida no Japão deve estar disponível a partir do fim de outubro.

Para a vacina importada, terão prioridade crianças e idosos.

Veja também:
.: 1.330 grupos infectados por gripe A em uma semana
.: Ministério espera que H1N1 infecte 20% da população japonesa